Notícias

Bento+20 apresenta ideias para o futuro da cidade em livro inédito na história do município

Bento+20 apresenta ideias para o futuro da cidade em livro inédito na história do município

Conselho reuniu 90 diretrizes em 10 áreas, envolvendo 28 entidades e quase 200 pessoas 

Em um esforço coletivo da sociedade para direcionar o município ao encontro do futuro, o conselho Bento+20 apresenta o resultado do trabalho que reuniu, por quase um ano, cerca de duas centenas de voluntários para planejar a Bento Gonçalves de 2040. O Masterplan da cidade chega em formato de livro, apresentando 90 diretrizes e 397 ações em 10 áreas (veja abaixo), sob o aval das 28 entidades que compõem o conselho. Seu lançamento ocorrerá na segunda quinzena de outubro, em formato virtual. Ainda no decorrer deste mês, ele será entregue, em via impressa, aos candidatos que disputam as eleições ao executivo municipal. 
O material é uma espécie de plano de governo contínuo a ser implementado durante os próximos 20 anos para transformar Bento em uma cidade inteligente e sustentável. Embora apartidário, o trabalho do Bento+20 necessita do poder público como um dos atores centrais na implantação do projeto. “Para um projeto dessa magnitude sair do papel, é preciso envolvimento muito maior do que só o da municipalidade. É a força coletiva da comunidade que vai capitanear a aplicabilidade das ideias. Por isso, ao lado do Executivo, a iniciativa privada e a sociedade civil formam o tripé de sustentação desse ousado plano para transportar Bento ao futuro”, explica o presidente do Bento+20, o engenheiro civil Milton Milan.
Prova dessa complexidade é que a realização do trabalho requereu a criação de 10 câmaras técnicas (CTs) – Cidadania; Desenvolvimento Rural; Educação; Indústria, Comércio e Serviços; Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; Saúde; Segurança; Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo; Turismo e Cultura; e Urbanismo, Mobilidade Urbana e Infraestrutura. “Estas áreas foram escolhidas porque entendemos que elas representam as vocações da cidade”, diz Milan. 

As câmaras tiveram distintos momentos de trabalho, se reunindo em encontros presenciais e também virtuais, por conta dos efeitos da pandemia. Além disso, os integrantes participaram de palestras e “webinares” sobre inovação e digitalização e radiografaram a situação socioeconômica de Bento Gonçalves. A partir desse cenário, exerceram a imaginação para projetar a Bento Gonçalves de 2040 tendo o apoio também de estratégias empresariais como a Matriz Swot. Assim, identificaram forças e fraquezas e oportunidades e ameaças do município em cada segmento. Foi a partir de tudo isso que elencaram diretrizes e planos de ação, determinando os executores das propostas e os prazos a serem cumpridos.
As 10 câmaras também foram responsáveis por organizar o pensamento coletivo da sociedade de modo interligado, fazendo com que houvesse uma conexão entre as diretrizes de cada uma delas. Isso foi possível porque eixos estruturantes – inovação, educação, sustentabilidade, cidadania e inserção global – foram adotados para dar unidade aos objetivos das CTs. “Construímos, com o masterplan, os caminhos para o desenvolvimento sustentável do município, prospectando o futuro de modo que as soluções pensadas nos conduza para sermos uma cidade inteligente e em constante progresso”, diz o presidente do Bento+20.

Bento+20 tem apoio de 28 entidades
O Conselho Municipal para Estudos, Diretrizes e Projetos Bento+20 (Cedipro Bento+20) começou a nascer em 2018, a partir do projeto O Futuro da Minha Cidade, capitaneado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção. Ele chegou a Bento Gonçalves por meio da Associação das Empresas da Construção Civil da Região dos Vinhedos (Ascon Vinhedos) em abril daquele ano, com palestra do ex-prefeito de Maringá Silvio Barros no Centro Empresarial de Bento Gonçalves. 

O CIC-BG logo encampou a ideia, encontrando uma forma de ampliar outro projeto conduzido pela entidade, o Viva Bento, que tinha objetivo similar ao Bento+20. Em novembro, promoveu novo evento de sensibilização d’O Futuro da Minha Cidade, novamente tendo Barros como convidado. Neste encontro, o prefeito Guilherme Pasin assinou um projeto de lei para criar o Bento+20, que foi oficializado no ano seguinte, aclamando Milan na presidência, Adelgides Stefenon como vice e Diego Panazzolo como secretário. 

“A Bento Gonçalves que desejamos ver daqui a 20 anos está sendo construída agora mesmo, por todos nós. Ela será o resultado direto e inquestionável do que estivermos planejando, e sobretudo executando, no presente. O protagonismo do Bento+20 – e de todas as esferas nele envolvidas: poder público, iniciativa privada, entidades setoriais e representativas de classe – é fundamental nesse movimento. Na condição de apoiador e encampador mor desse projeto, o Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves referenda o ideal de coletividade que move o Bento+20, alinhando e aliando-se a esse desafio de construir o futuro que tanto idealizamos. E, ao abraçar esse projeto, objetiva, especialmente, comprometer os políticos de hoje a construir a Bento Gonçalves de amanhã”, diz o presidente do CIC-BG, Rogério Capoani.
Ao todo, o Bento+20 é composto por conselheiros de 28 entidades do município (veja abaixo). Todas são representadas por uma pessoa, com exceção da prefeitura, que ocupa quatro assentos – sendo um do prefeito, também presidente de honra –, e do CIC-BG, que tem três cadeiras. 

Quem faz parte do Bento+20
Associação Bento-Gonçalvense de Proteção ao Ambiente Natural (Abepan)
Associação das Empresas da Construção Civil da Região dos Vinhedos (Ascon Vinhedos)
Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs)
Associação dos Corretores de Imóveis e Imobiliárias da Região Nordeste (Ascori)
Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos (AEARV)
Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale)
Associação dos Profissionais e Empresas em Serviços Contábeis de Bento Gonçalves (Apescont-BG)
Bento Convention Bureau
Câmara de Dirigentes Lojistas de Bento Gonçalves (CDL-BG)
Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG)
Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro-BG)
Faculdade Cenecista
Fundação Parque de Eventos e Desenvolvimento de Bento Gonçalves (Fundaparque)
Fundação Proamb
Hospital Tacchini
Instituto Federal RS (IFRS)
Observatório Social do Brasil (OSB-BG)
Ordem dos Advogados do Brasil - Subseção de Bento Gonçalves (OAB-BG)
Prefeitura de Bento Gonçalves
Rotary Club
Sindicato da Indústria da Alimentação de Bento Gonçalves (Sindal-BG)
Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística (SindBento)
Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Vale dos Vinhedos (Simplavi)
Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves (Simmme-BG)
Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis)
Sindicato do Comércio Varejista de Bento Gonçalves (Sindilojas Regional Bento)
Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria – Região Uva e Vinho (Segh Uva e Vinho)
Universidade de Caxias do Sul (UCS)